Fone: (48) 3223-4647 Email: apoio@apoiocomunicacao.com.br

Seja Digital realiza mutirão de agendamento e instalação em Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu

Publicada por em 08/01/2018

 

A Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal de TV no Brasil, promove nos próximos dias, mobilizações em mais de 20 bairros de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu para realizar o agendamento das famílias que têm direito a retirar os kits gratuitos, com antena digital e conversor com controle remoto. Além de mutirões de agendamento, em alguns dos bairros haverá também mutirões de instalação para quem já retirou o kit gratuito e ainda não instalou o conversor e antena.

Para saber se tem direito e agendar a retirada dos equipamentos, os moradores das cidades de Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu, Paulo Lopes, São Pedro de Alcântara e Antônio Carlos podem acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos.

Abaixo, as datas e bairros por onde os mutirões irão passar:

08/01 – Tapera (Fpolis)

09/01 – Brejarú, Frei Damião (Palhoça) e Ingleses (Fpolis)

10/01 – Ponte do Imaruí, Morro da Penitenciária, Mocotó e José Mendes

11/01 – Saco Grande (Fpolis) e Morar Bem (SJ)

12/01 – São Sebastião (Palhoça), Saveiros e Fundos (Biguaçu)

13/01 – Morro do Mocotó, Morro do 25, Horácio, José Mendes e Morro da Queimada

14/01 – Costeira do Pirajubaé

15/01 – Tapera, Campeche e Caminho Novo (Palhoça)

16/01 – Bela Vista (Palhoça)

17/01 – Guarda do Cubatão (Palhoça)

18/01 – Ingleses

19/01 – Saco Grande

20/01 – Pachecos (Palhoça)

21/01 – Morro da Penitenciária

22/01 – Real Parque (SJ)

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.


  Voltar para notícias