Fone: (48) 3223-4647 Email: apoio@apoiocomunicacao.com.br

Saiba quem tem direito aos equipamentos que dão acesso ao sinal digital

Publicada por em 15/12/2017

Distribuição de kits gratuitos para TV digital está acontecendo em Florianópolis e mais 6 cidades onde o sinal analógico será desligado. Famílias de baixa renda podem realizar o agendamento e retirar os equipamentos que dão acesso ao sinal digital.

A distribuição de kits gratuitos às famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal já está acontecendo em Florianópolis e outras 6 cidades do estado. O kit, composto por antena digital e conversor com controle remoto, permitirá que mais de 50 mil famílias continuem assistindo TV em seus aparelhos antigos após o desligamento do sinal analógico na região, que acontecerá em 31 de janeiro. A distribuição é uma ação realizada pela Seja Digital – entidade não governamental e sem fins lucrativos, responsável pela operação do processo de digitalização da TV no Brasil, atendendo a determinações da Anatel e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

 

Para saber se está participando da distribuição, a população deve ligar para a central telefônica gratuita 147 ou acessar o portal www.sejadigital.com.br/kit com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, basta realizar o agendamento para retirada do kit gratuito, que também deve ser feito no site ou central telefônica. Cada família pode escolher o ponto de retirada mais próximo à sua residência, além da melhor data e horário para buscar os equipamentos. Nos pontos de retirada disponibilizados pela entidade, os beneficiários também recebem orientação técnica sobre a instalação da antena digital e do conversor.

 

“As famílias de baixa renda devem entrar em contato com a Seja Digital o quanto antes para verificar se têm direito ao kit gratuito e já realizar o agendamento. Com os equipamentos instalados, elas poderão assistir à programação da TV aberta com qualidade de imagem e som de cinema, antes mesmo do desligamento do sinal analógico”, comentou Cheila Zortéa, gerente regional da Seja Digital.

 

Além de Florianópolis, o sinal analógico de TV será desligado em outras 6 cidades da região: São José, Palhoça, Biguaçu, Paulo Lopes, Antônio Carlos e São Pedro de Alcântara.  Nesses municípios, a partir de 31 de janeiro, todos os televisores devem estar adaptados para receber o sinal digital. Os telespectadores devem verificar se o modelo de TV que possuem é compatível com a nova tecnologia e, caso não seja, conectá-lo a um conversor digital.

Abaixo, a listagem dos programas sociais do Governo Federal que dão direito ao kit gratuito:

  • Bolsa Família
  • Pronatec
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Minha Casa, Minha Vida
  • Carteira do Idoso
  • Aposentadoria para pessoas de baixa renda
  • Telefone Popular
  • Isenção de pagamento de taxa de inscrição em Concursos Públicos
  • Programa Cisternas
  • Água para todos
  • Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental)
  • Bolsa Estiagem
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais/ Assistência Técnica e Extensão Rural
  • Programa Nacional de Reforma Agrária
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário
  • Crédito Instalação
  • Carta Social
  • Serviços Assistenciais
  • Programa Brasil Alfabetizado
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI)
  • E outros.

 

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.


  Voltar para notícias